educação socioemocional no ambiente familiar

Motivos para inserir a educação socioemocional no ambiente familiar

O maior sonho dos pais é ver seus filhos realizados pessoalmente e profissionalmente. Realização essa que está diretamente ligada à educação e à forma que ela é passada. Principalmente por isso os pais buscam colocar seus filhos numa Instituição de Ensino que possibilite o melhor desenvolvimento e formação para eles. Nesse sentido, é preciso que os pais atentem também para a Educação Socioemocional, a qual precisa estar presente tanto no âmbito escolar quanto no ambiente familiar.

Neste artigo você conseguirá entender a importância da Educação Socioemocional nos dois ambientes citados e também algumas formas de aplicação dela. Acompanhe a seguir:

A importância da Educação Socioemocional

A Educação Socioemocional está diretamente ligada ao aprendizado e à conscientização sobre os sentimentos. O processo de “alfabetização socioemocional” acontece em conjunto às habilidades cognitivas já inerentes à educação escolar. Isso porque para que o sucesso e a realização pessoal e profissional aconteça, o indivíduo precisa estar munido das duas habilidades.

Ou seja, a Educação Socioemocional é o melhor caminho para preparar seus filhos para que eles se tornem profissionais completos. Ao desenvolver a Educação Socioemocional, as escolas buscam trabalhar a distinção de sentimentos, a relação do indivíduo com esses, o comportamento do indivíduo com os sentimentos dos outros, entre outras coisas.

Leia também: 7 coisas que as pessoas não sabem sobre Educação Socioemocional

A Educação Socioemocional no âmbito familiar

O estímulo da Educação Socioemocional deve acontecer desde cedo para que os comportamentos ensinados se tornem hábitos. Nas escolas, o repasse de conhecimento é feito respeitando o tempo de aprendizado de cada fase de desenvolvimento das pessoas.

Apesar dos ensinos escolares, a criança precisa ser estimulada também em outros ambientes e principalmente no familiar. Isso porque não basta uma criança ter contato com a educação socioemocional na escola e em casa ter esse pensamento desconstruído. Para que as habilidades comportamentais se tornem um hábito é importante praticar sempre.

Dicas para os pais estimularem a Inteligência Emocional em casa

  • Conheça e elogie seu filho: Com respeito e atenção os pais conseguem desenvolver uma relação de confiança com os filhos. Isso acontece a partir da busca pelo entendimento e construção de um elo afetivo entre ambas as partes. Por isso, converse para entender o que o deixa feliz, triste, nervoso, enérgico. E trabalhe a relação dele com esses sentimentos. Além disso, fazer elogios ao invés de críticas o desenvolve em conjunto. Esse desenvolvimento se dá porque quando algo de errado acontece você mostra para ele que existem coisas boas, “apesar” do que aconteceu. E que tudo pode ser corrigido em seu tempo. Nesse momento de elogio e reflexão é bom que os pais se coloquem em posição de imperfeição também. Ou seja, mostrar para o outro que “os pais também erram”.
  • Brinque e interaja com seu filho: Uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu filho é dedicar um tempo para ele. Dentre as atividades que vocês podem desenvolver juntos, as brincadeiras e jogos se destacam no desenvolvimento da Inteligência Emocional. Isso porque ao utilizar personagens, contar uma história, promover desafios, a criança ou o jovem consegue perceber diferentes situações e refletir sobre elas e sobre as emoções que ela transmite. Nesse momento é importante desenvolver um diálogo conclusivo, por exemplo: “A partir dessa história, filho, o que você acha que o personagem pode fazer para lidar com suas emoções?”, “Qual conselho você daria para ele ficar bem?”, “O que você estaria sentindo se isso estivesse acontecendo com você?”.
  • Materiais educativos: No LIV consideramos essencial a distribuição de material didático também para os familiares de nossos alunos. Isso acontece porque sabemos o valor do trabalho em conjunto com a família para a melhor formação desses jovens.

Sendo assim, é muito importante que os pais consigam ler e aplicar esses conteúdos para dar continuidade à disseminação dessa metodologia dentro de casa.

Leia também: Alfabetização Emocional – Entenda o que é

Para saber mais sobre os métodos de ensino do LIV você pode acessar aqui ou entrar em contato com a gente.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − oito =