[Ebook] Como as famílias podem incentivar crianças e adolescentes a terem mais autonomia

O LIV – Laboratório Inteligência de Vida lançou nesta semana uma nova publicação online voltada para pais, mães e outros responsáveis sobre o desenvolvimento da autonomia em crianças e adolescentes. O objetivo do e-book é ajudar as famílias a conhecer melhor esse conceito, saber como os espaços em casa e na cidade afetam esse processo, e conhecer depoimentos de quem já vem incorporando mudanças práticas para que a autonomia de seus filhos se desenvolva.

O material “O cuidado de si e a conquista da autonomia: uma reflexão para famílias” já está disponível para download e pode ser baixado direto no computador ou no celular. Além de explicações teóricas sobre o tema, o material traz depoimentos de famílias que contam as dificuldades e alegrias do dia a dia, e recomendações para quem deseja incentivar mais a autonomia em casa, na escola e na comunidade.

Baixe agora o e-book “O cuidado de si e a conquista da autonomia: uma reflexão para famílias”.

O que é autonomia

De acordo com o dicionário Michaelis, autonomia é a capacidade de autogovernar-se, de dirigir-se por suas próprias leis ou vontade própria. Também representa a liberdade moral ou intelectual do indivíduo, a independência pessoal, e o direito de tomar decisões livremente.

Segundo Caio Lo Bianco, especialista em educação socioemocional e gerente executivo do Laboratório Inteligência de Vida, embora o desenvolvimento da autonomia seja de extrema importância para os indivíduos, não significa que ela deva ser o objetivo final da educação, mas sim o resultado decorrente de um processo de amadurecimento emocional e social, conforme explica. “Quando a gente pensa sobre educar para autonomia, a temos que pensar em diversos tipos de autonomia. Não é apenas para ser autônomo em relação aos pais, mas também em relação a seu movimento, seu corpo, suas ações e seu pensamento”, explica o especialista na publicação online.

Assim, o processo de amadurecimento dessa habilidade passa por todos os espaços onde a criança vive e, para que seu desenvolvimento aconteça de fato, é necessário que tanto as famílias quanto as escolas e a comunidade de modo geral estejam abertas a essa possibilidade.

Três maneiras de apoiar o desenvolvimento da autonomia em casa

  • Apoiar nas escolhas. Às vezes, a criança ou o adolescente não vai escolher a sua opção. É preciso respeitar e entender que isso faz parte do processo de amadurecimento.
  • Lidar com as diferenças. O mundo está cheio de gente diferente entre si, e começar ajudando os filhos a enxergarem essas diferenças dentro de casa ajuda a mostrar como respeitar opiniões distintas e saber quando levá-las em consideração para embasar suas próprias escolhas.
  • Aprender nas dificuldades. Aprender mesmo diante das frustrações também é necessário, pois nosso senso de conforto nem sempre estará presente ao longo da vida. Nesse sentido, não tente amenizar as dificuldades para seus filhos, ao contrário, incentive-os para que ganhem confiança de agir diante de situações árduas.

Quer saber mais sobre o tema? Clique aqui e baixe o e-book O cuidado de si e a conquista da autonomia: uma reflexão para famílias”.



Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − cinco =