LIV em Ação: uma aventura pedagógica no Peru

Na última semana, três representantes ganhadoras do prêmio LIV em Ação estiveram no Peru para conhecer a capital do país em uma viagem de imersão pedagógica. Roberta Rodrigues Flor Papa e Marilda de Fátima Peixoto Borges Rodrigues, do Colégio Nacional, de Uberlândia (MG), e Kátia Albuquerque, do Colégio Madre de Deus, de Recife (PE), foram as educadoras presenteadas com a viagem. Elas se juntaram a um grupo com cerca de 40 outros educadores brasileiros para uma jornada de aprendizado ao país latino.

O LIV em Ação foi um prêmio entregue pela equipe do Laboratório Inteligência de Vida (LIV) durante o Congresso Socioemocional, em agosto, e reconheceu instituições de ensino que se destacaram na parceria com o programa. A ideia foi criada para reconhecer e valorizar o trabalho de profissionais de educação que atuam nas mais de 200 escolas parceiras, oferecendo um currículo socioemocional para mais de 150 mil estudantes. 

Como parte da premiação, representantes de duas escolas ganhadoras receberam ingresso para participar de uma viagem pedagógica ao Peru, promovida pelo grupo Diálogos, das pedagogas Telma Holanda e Fabiane Vitiello, que realiza intercâmbios de curta duração em diferentes partes do mundo para apresentar a educadores brasileiros outras realidades educacionais que possam inspirar e promover a reflexão sobre a educação.

Para as participantes dessa edição, a imersão foi emocionante. “Eu posso resumir a viagem como magnífica! Foi um lugar que me proporcionou muito aprendizado. Em relação às escolas que a gente visitou, é maravilhoso ver que existem pessoas que pensam a educação como pensamos, com foco em ações que valorizam o aluno”, conta Roberta, que atualmente é supervisora operacional da unidade Ibiporã do Colégio Nacional. “Foi um reconhecimento e a confirmação de que estamos no caminho certo, que podemos sim fazer algo diferente para nossas crianças, considerá-las autoras de seu conhecimento, com muito para nos passar, não apenas receptoras, mas sim produtoras de conhecimento. A viagem se resume na confirmação de que devemos continuar a busca valorizar nossas crianças e a inteligência emocional delas”, destaca.

Professora Roberta, do Colégio Nacional.

Imersão na prática 

Durante quatro dias, o grupo de educadores participou de imersões com formadores e visitas a escolas de referência, como La Casa Amarilla (ou A Casa Amarela) e o Colégio ALEPH, além da universidade UPAL, na capital Lima. “Isso nos mostrou uma realidade que permitiu observar o contexto peruano e dialogar com a realidade brasileira. Por isso, acho que eu trago da viagem uma transformação como ser humano, pois todas as vezes que estamos em contato com outros lugares e culturas, nos tornamos mais sensíveis. Eu vivi muitos sentimentos, emoções, conheci muitas pessoas e lugares. Isso me faz um ser humano transformado”, relata Marilda, vice-diretora e coordenadora da educação infantil na unidade Ibiporã do Colégio Nacional.

Vice-diretora do Colégio Nacional, Marilda.

A educadora afirma ainda que os conhecimentos adquiridos na viagem irão agregar na sua realidade escolar. “Experiencias como essas nos dão forças para o trabalho e para acreditar nas possibilidades. Aqui no colégio Nacional já temos essa abordagem e o fato de sair daqui e ver que existem pessoas que acreditam nessa proposta é enriquecedor. Eu fui provocada em todos os sentidos: de olhar, ouvir, sentir e de ter a humildade de aprender”, observa.  

Kátia, professora premiada do Colégio Madre de Deus, também diz acreditar que a imersão pedagógica terá impactos positivos tanto sua vida pessoal quanto profissional. “A observação do meio para criar conhecimento foi fantástica. Estou radiante com tudo o que foi visto: laboratórios, oficinas e escolas onde colocamos em prática a ideia do encontro. Esse tipo de experiência aguça a curiosidade e impacta na maneira como me sinto e também na minha comunicação com outros”, completa a educadora.

Professora Kátia Albuquerque, do Colégio Madre de Deus.

*

Quer saber mais sobre a experiência das três professoras durante a viagem pedagógica ao Peru? Confira os stories do LIV no Instagram e veja as fotos e mais relatos dessa aventura.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + seis =